Paulo Rocha

“De psicopata, Bolsonaro está se tornando genocida”

Foto: Ascom Paulo Rocha

Jair Bolsonaro é um psicopata e, agora, está se tornando em um genocida. Essa é a avaliação do senador Paulo Rocha (PT-PA) após as suscetivas tentativas do presidente da República de derrubar o isolamento total nos estados. Para o senador, quem vem assumindo papel de destaque positivo na luta contra a Covid-19 são os governadores.

“Estão aí os nossos governadores dando exemplo, os governadores do Nordeste… O próprio governador do meu estado está dando exemplo de como se deve enfrentar as crises e os problemas”, afirmou.

Para o petista, a população, a imprensa e a elite brasileiras já perceberam quem é Bolsonaro. O senador acredita que o presidente tem como único objetivo a realização de um golpe militar. Ele acusou o mandatário de fazer uma política de polarização e de ódio, inclusive dentro de sua própria equipe.

Governos do PT

Paulo Rocha afirmou que, diferentemente do momento atual, durante os governos do PT foram dadas “oportunidades para todos”, criando condições para o país se desenvolver. Ele responsabilizou pela chegada ao poder de Bolsonaro os que fizeram o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, que qualificou de golpe, e os que impediram que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, então preso, pudesse ser candidato nas últimas eleições.

O senador também apontou o uso de fake news como fator decisivo na vitória do atual presidente da República. Para ele, o neoliberalismo internacional está usando a extrema direita como instrumento para implantar as suas políticas no mundo.

Com informações da Agência Senado